Aprendendo fotografia #1: tipos de câmeras.

Olá! Recentemente comecei um curso de fotografia para poder melhorar as fotos aqui do blog e lá do instagram e resolvi trazer um pouquinho do que estou aprendendo aqui… não tenho a intenção de que seja um curso, mas quero sim compartilhar algumas dicas para que possamos encher nossos feeds com belas fotos, pois a fotografia é uma das maneiras de colorir o mundo… Então vamos lá!

Nesse primeiro tópico vou falar sobre os tipos de câmeras disponíveis, hoje em dia há uma infinidade de opções, também com vários preços, então é sempre bom conhecer os vários modelos para poder escolher a melhor opção e assim evitar gastar mais e acabar se decepcionando.

Não vou falar sobre todos os tipos de câmeras que existem, até porque não conheço todos eles, então trouxe aqui os mais comuns e que também já tive contato.

1- Compactas:

Possuem tamanho reduzido e são bem fáceis de operar, pois contam com os modos de ajustes automáticos, que ajustam a configuração da câmera. Existem também as câmeras chamadas supercompactas, possuem dimensões ainda mais reduzidas, e permitem que você leve sua câmera para todo lugar discretamente. Alguns modelos compactos oferecem alta resolução e recursos extras  e são uma boa opção para ter sempre por perto.

2- SuperZoom:

São aquelas câmeras um pouco maiores que não trocam lentes e tem cara de câmera profissional, oferecem opção de zoom poderoso e a possibilidade de ajustes manuais de velocidade, sensibilidade (ISO) e abertura, mas seus sensores são pequenos e como suas lentes são fixas, é preciso utilizar adaptadores para obter fotografias diferenciadas.

Usei uma Nikon Coolpix P500 por muito tempo e gostava muito dela, conseguia ótimos cliques, só troquei quando me inscrevi em um curso de fotografia e lá exigia uso de uma DSLR. Ela realmente tem algumas limitações e sua portabilidade não é das melhores. Mesmo sendo menores que as DSLR, ainda assim chamam a atenção. Sempre levava a minha em um case próprio, mas nem se compara a mochila que tem que ter para levar uma DLSR. Outra coisa importante de falar é que algumas superzoom são muito mais caras que uma DSLR, então pesquise bem antes de comprar a sua.

nikon-coolpix-p500_4
Nikon Coolpix P500 – foto do site http://www.cameraversuscamera.com.br

3- DSLR:

A sigla DSLR significa Digital Single Lens Reflex e esse tipo de câmera geralmente possui sistemas de lentes intercambiáveis, então são conhecidas por câmeras que você pode trocar as lentes. Além disso ela possui todos recursos manuais, mas também possui modo automático (mas resista a ele e não use) e seus sensores são um pouco maiores que as do modelo anterior.

Existem alguns modelos de entrada bem em conta, então vale a pena investir em uma para você, poi uma dica muito legal que li num site, não me lembro mais qual, foi para avaliar bem os preços das câmeras e dos modelos, comparar os recursos com sua realidade.

Então quando fui comprar a minha optei pelo modelo que tinha uma boa configuração e o melhor preço (avaliei o custo x benefício) e resisti a algumas coisas que encareciam mais e que não eram essenciais para mim agora. Existem câmeras melhores que a minha, mas não sou profissional e, afinal de contas, ainda estou aprendendo. Estou amando a experiência das fotos com ela e a oportunidade de adquirir mais lentes e conseguir explorar mais opções de imagem.

42003682_2360230034204528_6816402059856707584_n
Essa é a minha câmera – Canon EOS Rebel T6.

4- Instantânea:

Esses modelos foram muito famosos anos atrás e agora voltaram com força total, são aquelas câmeras que as fotos saem na hora já “impressas” então você pode ver como ficou a foto e compartilhar momentos. Tem os modelos mais baratos e mais caros e cheios de recursos. Falei da minha nesse post se quiser lembrar ou ler.

img_5445.jpg
Meu xodó, amo as fotos dela e ainda dá para fazer selfie – Instax Mini 9.

5- Smartphone:

Os smartphones atualmente possuem câmeras de alta resolução e são uma excelente opção para fotografias casuais. Câmeras com 12 mega pixels ou mais são super comuns hoje em dia e captam imagens de qualidade excelente para visualização em tela e impressão, além de registrarem vídeos FullHD. Também existem modelos que possibilitam a configuração de iluminação da imagem e exposição, estão cada dia mais desenvolvendo boas câmeras para smartphones.

Alguns smartphones tem também opções de adaptação de lentes mais poderosas para registro de imagens ainda melhores, um dos modelos da Motorola, a linha Z play tem como recurso usar os Moto Snaps e tem duas opções para fotografia: Snap Câmera Polaroid e Snap Câmera Hasselblad.

Outros tipos de câmeras: mirrorless, câmeras de ação, 3D, a prova d’água e multifoco.

Era isso que eu tinha para falar hoje, espero que tenha gostado e que te ajude a conhecer um pouco mais das opções disponíveis. Mas a ideia é sair por aí clicando e registrando momentos incríveis. O próximo post dessa série será sobre as objetivas (mais conhecidas como lentes) espero você.

Anúncios

Mimos delicados

Mimo é um gesto ou carinho, meiguice, delicadeza, um presente delicado e até mesmo inesperado (definição aqui). E olhando aqui algumas das minhas coisas que mais uso percebi que tenho muitos mimos, pois são um pouquinho do carinho de pessoas que eu gosto e que tiveram esse cuidado em demonstrar que também gostam de mim.

O mimo não é o objeto em si, mas a intenção de demonstrar carinho, tanto de quem presenteia ou mesmo do artesão ou artista que produziu aquele produto e resolvi compartilhar um pouquinho desses mimos que recebi.

Hoje vou mostrar minha Instax Mini 9 que ganhei do meu marido.

DSCN4076

Vou começar por ela porque simplesmente amei recebê-la. Sempre gostei de fotografia e , acho essas fotos delicadas e lindas e dá pra fazer muitas coisas com elas, desde móbile com nossos momentos preferidos (ainda não montei o meu, mas quando montar posto aqui) e até colocar no bullet journal em nossa página de memórias, depois vou postar aqui, além disso elas cabem na carteira, dá pra levar aquele momento especial pertinho da gente.

Captar momentos e registrá-los com ela é meio que “mágico”, a gente fica esperando para ver o resultado e saber como ficou a imagem, uma coisa meio antiguinha, mas que tem um certo charme que não existe mais hoje. Atualmente todas as fotos são tratadas, cheia de filtro e se pode controlar o que se quer capturar, ficam todas parecidas e repetitivas., sem muita espontaneidade.

A Instax Mini 9 tem essa cara meio retrô e essa cor que eu amei, é delicada e bonita. Esse modelo tem opção de selfie, pois tem um espelho que facilita o enquadramento, e uma lente que ajuda na captura de detalhes em pequenas distâncias.

Tem também seletor de ajuste de luminosidade, ela determina automaticamente o melhor brilho para tirar uma foto, para isso basta ajustar o seletor na posição que estiver iluminada.

Ela não tem visor digital, então cada foto será uma surpresa, o tamanho da imagem é 62 x 46 mm e as fotos tem uma moldura que varia de cor conforme sua escolha, pode ser branca, preta, azul ou rainbow, que dá para fazer anotações sobre o momento e personalizar ainda mais suas fotos. Também tem filme monocromático, vou experimentar ainda.

Essa foi a primeira foto que eu tirei, quando cheguei em casa e a encontrei não aguentei esperar me arrumar e fui logo testar, então não reparem na cara de cansados com que saímos. Ah! Também esqueci de colocar a lente macro, mas até que não ficou ruim. Parecia até uma criança com brinquedo novo.

img_5415

Bem, era esse mimo que eu queria mostrar a vocês hoje, espero que tenham gostado. Se vocês quiserem curtir as fotos eu vou postá-las sempre que possível no meu Instagran @colorindoideiasbr.