Ponto a ponto – Introdução

Olá!!! Como percebi que várias pessoas tem dúvidas sobre o método Bullet Journal e como ele funciona resolvi trazer um pouquinho do método de maneira bem detalhada, para isso vou usar dois livros – O método Bullet Journal: Registre o passado, organize o presente, planeje o futuro por Ryder Carroll (criador do método) e Diário em tópicos: Guia prático por Rachel Wilkerson Miller e Beatriz Medina. Então eu recomendo muito quem puder e se interessar comprar os livros.

Usando o método e lendo sobre ele eu me senti superconfortável em usa-lo, pois afinal de contas eu sempre gostei de planejamento e de registrar meu dia-a-dia e meus pensamentos. Quando era adolescente era comum as meninas usarem suas agendas para registrar sua vida e eu também adorava usá-la para anotar minhas memórias, colocar minhas atividades e tarefas e escrever sobre meus anseios e dúvidas, além de guardar todos os papéis de chocolate que eu ganhava, bilhetinhos de amigas, pétalas de flor… no final do ano elas ficavam cheinhas de lembranças e enormes, minha mãe dizia que parecia um leque.

Então quando conheci o BuJo a princípio ele parecia bem complicado, tinha uma linguagem própria, mas me encantou a proposta de novamente ter tudo em um só lugar e agora voltado para a vida adulta e bem mais conciso. No início tive dificuldade de encontrar material sobre o assunto e comecei a olhar fotos no pinterest e ficava frustrada por não conseguir fazer aqueles layouts bonitos e cheios de tabelas, tarefas e tudo mais que encontramos por aí.

Finalmente encontrei o site Bullet Journal do Carroll e aí é que fui me encontrando, vi um vídeo que resume bem o método e comecei entender realmente a essência e fui entendendo a melhor forma de adaptá-lo a minha realidade. Então assim que saiu o livro O diário em tópicos eu comprei e agora o do Carroll, que é maravilhoso e me fez compreender ainda mais o método.

Mas vamos ao método então…

O SISTEMA

O BuJo é a intercessão de todos esses processos, pois sua estrutura em módulos proporciona a flexibilidade que permite que o método permaneça relevante em cada momento da vida. Assim, para aproveitar o método ao máximo é necessário entender como as partes interagem e se influenciam.

Carroll sugere que consideremos cada parte do método individualmente e submeta-os a nossa apreciação e análise, sempre perguntando como ele poderia nos ajudar. O próprio autor/criador do método sugere que apenas as partes que façam sentido sejam usadas para que não causem sobrecarga e gere ansiedade, pois os componentes do método são, muitos deles, intencionalmente independentes. Então se não tem valor e utilidade para você basta não usar.

Os conceitos-chave do método são:

  1. Índice: serve para localizar o conteúdo do BuJo. Carroll diz que é muito importante, eu faco e uso esporadicamente, mas me facilita quando quero localizar uma coleção que não preciso usar com tanta frequência, mas conheço várias pessoas que não usam e que não sentem falta. O que eu recomendo? Comece usando e quando for migrar para um novo caderno avalie se foi importante ou se é dispensável. Mas lembre-se: seus cadernos ficarão guardadas e quando você precisar consultá-lo deve ser capaz de recuperar a informação desejada.
  2. Registro Futuro: local onde você guarda as tarefas e eventos fora do mês corrente, deve ser consultado cada vez que um novo mês será planejado.
  3. Registro Mensal: é a visão geral das datas e tarefas do mês atual. Faz-se um inventário mental com aquilo a que estamos nos dedicando, a que deveríamos nos dedicar e a que gostaríamos de nos dedicar. Assim traçamos nossas metas e podemos dedicar esforços ao que é importante realmente.
  4. Registro diário: usado para registrar rapidamente tarefas e pensamentos ao longo do dia. Muitas pessoas utilizam o registro semanal como opção ao diário, eu sou uma dessas pessoas, mas usei o diário por muito tempo e percebi que sempre era necessário um mesmo espaço, mas no próximo mês (maio) retorno ao diário, pois farei novas atividades e acredito que precisarei de mais espaço para registra-las.
  5. Registro rápido: são anotações suscintas associadas a símbolos e categorizadas como notas, eventos, tarefas. Eu ainda utilizo um símbolo para ideias que me ajuda a localizar mais facilmente só olhando para a página e assim recupero mais rápido o que preciso.
  6. Coleções: são os módulos usados para guardar conteúdos relacionados e que voc~e deseja monitorar. Atualmente eu utilizo as seguintes coleções: Memórias, gratidão, rastreamento de hábitos, monitoramento do sono, controle financeiro, entre outros, que irei apresentar aqui no decorrer da série.
  7. Migração: é o processo mensal de filtrar o conteúdo insignificante do caderno. Tudo aquilo que temos demandado energia e que não precisamos mais nos preocupar ou podemos deixar para outro momento.

A partir de agora cada um desses tópicos será abordado periodicamente aqui com o intuito de ajudar você a usufruir da melhor maneira possível do método e torná-lo proveitoso e prazeroso. Se quiser fique a vontade para deixar suas dúvidas e sugestões aqui nos comentários, ou envie e-mail se preferir.

Ah! E se não quiser perder nenhum assunto aqui do blog cadastre seu e-mail e você receberá um aviso sempre que um novo post for publicado. Prometo que não vou encher sua caixa de entrada com mensagens vazias e propagandas. Também pode seguir minha conta no instagram (@colorindoideiasbr), sempre tem fotos do meu BuJo e de lettering e desenhos.

Hoje era isso que eu tinha para falar. Um beijinho e até breve! 🙂

Anúncios

Planejando meu bullet journal de fevereiro

Olá! Como hoje é o último dia de janeiro e estou montando o planejamento do mês de fevereiro no meu Bujo resolvi mostrar a vocês como ele ficou, quem sabe mais alguém se anima a fazer também.

Na capa do mês fiz um desenho de um cacto, acho muito fofo, combina com o calorão que está fazendo aqui onde moro e é fácil de desenhar, mesmo para quem não tem habilidades artísticas como eu.

DSCN4011

Logo depois fiz meu monthly log, dessa vez coloquei as datas no meio da página e ficaram duas colunas, uma vou usar para minhas tarefas pessoais e a outra para o blog, no outro lado as metas e notas também divididas para essas duas áreas.

DSCN4012

Na página seguinte coloquei meu habit tracker do mês, bem minimalista, amo essas canetas em tons claros, pastéis.

Esse mês espero conseguir melhorar alguns hábitos, como fazer atividade física, manter uma dieta saudável, passear com meus pets e praticar lettering (chegaram minhas canetas tombow 🙂 ).

DSCN4014

O próximo item é o daily log, em janeiro fui colocando dia a dia as tarefas e atividades que precisava cumprir, percebi que gasto por dia quase sempre a mesma quantidade de linhas, então deixei o espaço e escrevi todas as datas, pois senti falta disso em janeiro, quando queria já colocar tarefas que já estavam agendadas e ainda não havia a data, consegui não me perder utilizando post-it com as tarefas e eventos, mas ficava ansiosa para passá-los para o dia logo.

DSCN4016

Para o blog coloquei um quadro com tarefas que sei que quero cumprir, artigos com temas específicos para esse mês, aí ficou assim, fiz outro quadro com temas para fotografias que quero postar aqui e no meu instagram.

DSCN4015

As últimas página reservei para registrar minhas memórias do mês e também o diário de gratidão, essas páginas são simples mesmo, apenas escrevo o título com letras maiores e com uma cor que eu goste. Geralmete uso uma mesma cor para o mês inteiro, essa é a Tombow Blush (nº 772).

DSCN4018

E como hoje é o último dia do mês escrevi uma frase que espero que seja realidade para todos vocês.

DSCN4020

Olha quem veio planejar o mês comigo, esse é o Tom Zé que está doido pra pegar minhas canetas. ❤

DSCN3872

A importância da gratidão

Atualmente somos impulsionados a buscar mais e mais o tempo todo, mais resultados, mais sucesso profissional, mais títulos, mais conhecimento, mais dinheiro, mais promoção, mais, mais, mais, mais… Com isso nos deparamos com um aumento no número de pessoas frustradas, deprimidas, ansiosas e desesperançosas.

Isso acontece porque desaprendemos a exercitar nossa gratidão e olhamos apenas para o que queremos ter e não para aquilo que temos. O tempo todo queremos mais e mais coisas e quando algo não sai como planejado ficamos desiludidos e chateados, algumas pessoas ficam até com raiva da vida ou de algumas pessoas e com o tempo esses sentimentos negativos vão se acumulando e nos tirando o prazer das pequenas coisas cotidianas.

Uma das minhas coleções preferidas hoje no meu Bujo é o diário do gratidão (gratitude log) e tem me ajudado muito e relembrar o quanto recebo e possuo diariamente. Como funciona? É muito simples, reserve uma quantidade de páginas por mês no seu bullet journal ou em sua agenda/planner para anotar aquilo por que você é grato, então exercite sua gratidão da forma que for mais agradável e fácil para você.

No início eu colocava em meu daily log ou weekly log (descubra o que é aqui nesse artigo) os meus motivos de gratidão, mas ficavam perdidos no meio de tarefas e notas em geral e quando eu precisava recuperar a lista ficava difícil, então resolvi a pouco tempo atrás fazer da minha lista uma coleção e hoje ela já possui três páginas.

Anoto quase diariamente um ou mais motivos pelo que sou grata, seja um dia de sol e calor para curtir a praia ou um dia de chuva para molhar a terra, pelo emprego, por minha cama que me proporciona uma noite de sono tranquila, por meus amigos, por minha família ou mesmo por minha insônia que me fez pensar em um tema para escrever, ler ou estudar. Enfim, é só começar a escrever que vai se tornando mais e mais fácil.

Então quando alguma coisa não acontece como eu planejei ou começo a ficar chateada com algo pego a lista e dou uma olhada em quantas coisas tenho a agradecer e logo meu coração se enche de alegria. No fim de cada mês faço uma leitura e agradeço mais uma vez pelas bençãos recebidas e percebidas.

DSCN4008

Esse tipo de exercício de proporciona um crescimento pessoal incrível, mas não quer dizer que será um processo mágico e rápido, nem um amuleto, mas um exercício mesmo, que deve ser mantido em uma rotina, por mais difícil que pareça no início não desista, com o tempo fica mais fácil e nos traz muitos benefícios, pois passamos a olhar nossa vida de maneira mais leve e com mais alegria.

Li em alguns artigos que a gratidão é como um músculo que deve ser trabalhado para que esteja sempre forte, se não o exercitamos ele atrofia e fica com seu desenvolvimento prejudicado, gostei muito dessa ilustração. Então vamos exercitar nossa gratidão, não importa a forma como vai fazer, apenas faça. Coloquei a foto do meu diário da gratidão de janeiro, ainda incompleto, como exemplo para vocês.

DSCN4007

Você encontra exemplos lindos no pinterest e no instagram, mas uma lista simples como a minha já cumpre bem a função, o importante é exercitar sua gratidão.

Não tive intenção em me aprofundar nesse assunto, mas quem quiser pesquisar mais um dos autores que eu mais gosto é o Robert Emmons (professor de psicologia da Universidade da Califórnia), tem livros e artigos acadêmicos excelentes e tem também o Abraham Maslow (psicólogo americano).

Em tudo dai graças – I Tes 5: 18, já estava lá na bíblia. Viu como isso não é novidade e nem modismo, muito menos amuleto ou ¨invencionismo¨, e sim algo que deveria ser praticado por nós diariamente. Então vamos lá… comece a se exercitar e depois me conta como foi.

Gostou desse artigo? Deixe seu comentário e siga o blog. Beijinhos.

Minhas coleções no Bujo

Além dos compromissos e metas o bullet journal é também excelente para acompanhar nossas principais atividades, seja para acompanhar suas séries ou filmes ou planejar uma viagem.

Aqui eu mostro as principais coleções que pretendo usar esse ano e a medida que for acrescentando coleções vou colocando aqui.

  • Check list de viagens: sabe quando viajamos e quando já estamos no lugar lembramos que esquecemos alguma coisa importante? Esse check list nos ajuda a eliminar esse problema, basta colocar um símbolo na frente de cada item que você precisa levar e de acordo com o lugar que você vai, quando colocar o item na mala você preenche esse símbolo ou dá uma colorida, um destaque. A ideia do layout e do uso foi do blog da Maria Lowen – Serotonina.

DSCN3884

  • Lista de leitura de livros: desenhei uma estante com várias lombadas de livros em branco e a medida que termino a leitura coloco o nome do livro na lombada. Esse ano simplifiquei, ano passado eu colocava vários nomes e a medida que terminava de ler coloria o livro, mas às vezes esquecia de colorir por não ter lápis de cor em mãos ou hidrocor, então… simplificar a vida.

DSCN3881

Ah! Na página ao lado coloquei uma lista dos livros que quero comprar esse ano.

  • Minhas Economias: fiz várias colunas com vários quadrados e cada quadrado menor representa R$25,00. Dá pra economizar R$1000,00 em cada coluna. A medida que for “juntando” o valor é só dar uma colorida no valor correspondente ou fazer um x mesmo. Minha meta é preencher todos as colunas esse ano. Será que consigo?

DSCN3885

  • Habit Tracker: é importante conhecer nossos hábitos e saber aquilo que precisamos melhorar. Quero muito curtir mais a praia, fazer atividade física pelo menos 3 vezes por semana, voltar a estudar francês, ter uma rotina devocional e outras metas, mas também é muito bom ver que algumas coisas eu já alcancei.
  • Controle de gastos dos Cartões: como sempre fui muito consumista uma das minhas metas é controlar meus gastos e para isso coloquei uma página onde faço um gráfico com os gastos dos meus cartões de crédito para saber o quanto eu preciso melhorar no consumo.

(Faltou a foto porque o controle é em conjunto com o meu marido, mas prometo que vou fazer uma foto de um como exemplo para vocês verem).

  • Controle de entregas: como gosto de comprar online eu preciso me organizar para poder saber o que chegou e o que falta chegar, onde comprei e o número de rastreamento, então criei essa planilha simplesinha.

  • Páginas de citações: pego trechos curtos que li em livros e coloco em uma página para poder ler quando precisar de inspiração, para lembrar ou para citar em algum post.

  • Blog planner: ainda estou me organizando nesse aspecto, tudo é novo pra mim.

  • Ideias para o Blog
  • Lista de desejos: essa pode ter itens de curto, médio ou longo prazo é de vez em quando dou mais uma lida pra saber se tudo que desejo é o que preciso.

  • Canetas que quero comprar

  • Acessórios para o meu Bujo: são os washitapes, book darts, post-it, estêncil, entre outros. Tudo pra colorir mais meu Bujo.

Por enquanto são esses coleções que eu estou utilizando, mas a medida que forem sustenido outras necessidades eu posto aqui.