Aprendendo fotografia #4: Composição

Mais um post falando sobre o que aprendi no curso de fotografia, já falei sobre tipos de câmeras, tipos de lentes e sobre fotometragem, dessa vez vou falar um pouquinho sobre composição que é a parte artística da fotografia, é onde colocamos o nosso jeito e nosso olhar. É através da composição que a cada fotógrafo se torna único, pois nenhum outro fará a mesma composição de uma fotografia.

Focalização

A focalização deve ser feita no assunto principal da sua fotografia, pois este é o ponto principal de sua fotografia. É aquilo para o que você quer chamar mais atenção e destacar.

Profundidade de Campo

A profundidade de campo é o range de distância em que você terá o foco na sua fotografia. A medida que eu aumento a abertura do diafragma entra mais luz na imagem e eu tenho pouca profundidade de campo, isso com que a área em foco na minha imagem seja menor.

Assim, quando o diafragma está mais fechado, entrando menos luz na imagem e isso faz com que a área em foco da minha imagem seja maior.

Regra dos Terços

O objeto não precisa estar centralizado, pois dessa maneira torna a fotografia mais interessante. Para isso usa-se a regra dos terços, que é como se fosse um jogo da velha, os pontos de interseção é onde deve estar concentrado o maior número de informações.

Resultado de imagem para regra dos terços da fotografia

Usa-se a  imagem acima para arrumar a composição da fotografia, usamos o padrão 2/3 de céu e 1/3 de terra ou vice-versa, também devemos usar essa imagem para manter o horizonte alinhado, a linha do horizonte deve ficar reta.

Algumas câmeras possuem a opção de manter essa imagem na hora de fotografar, mesmo câmeras de celular.

Linhas

As linhas na sua fotografia podem estar escritas na imagem, isto é representadas por um corrimão ou meio-fio, ou podem ser linhas imaginárias, que parecem conectar dois objetos, ou um olhar.

As linhas enriquecem muito a fotografia, pois fará com que o olhar do expectador caminhe na fotografia e encontre o significado da mensagem que o artista quis transmitir.

Texturas 

As texturas são usadas para para deixar a fotografia mais interessante. Para isso devemos explorar repetições, padrões e cores.

Fundo

Devemos ter cuidado com o fundo da sua fotografia que deve ser mais neutro.

Caso queira optar por usar mais informações no fundo lembre de utilizar elementos que sejam interessantes para o contexto da imagem.

Menos é Mais

Essa regra vale para tudo na vida não é mesmo, então porque não na fotografia?

Simplifique! Não coloque muitas informações na mesma fotografia. Fotografias cheias de informações se tornam cansativas, assim menos informações farão aquilo que é mais importante se destaque e a torne mais interessante

Abaixo selecionei algumas imagens para exemplificar o que foi falado, olhe cada uma delas e pense em tudo que você leu, tente identificar cada regra.

No próximo post vou falar sobre iluminação, te espero aqui. Abraços e até la!

Resultado de imagem para regra dos terços da fotografia
clique aqui para ver a imagem original
imagem disponível em clique aqui
Resultado de imagem para regra dos terços da fotografia
para ver a imagem original clique aqui
Resultado de imagem para regra dos terços da fotografia
imagem original aqui
Imagem relacionada
clique aqui para imagem original
Anúncios

Aprendendo fotografia #3: Fotometragem

Fotometragem significa medir a luz, assim como fotografia é escrever com a luz, desta forma, para que haja uma fotografia de qualidade e que eu consiga extrair uma boa imagem é necessário saber usar adequadamente a iluminação, assim será possível extrair aquilo que quero da imagem.

Posso, por exemplo, usar menos luz e ter uma imagem com efeito gótico ou aumentar muito a iluminação e ter uma foto mais estourada, tudo depende daquilo que eu pretendo atingir com a imagem.

Para isso é necessário combinar a abertura do Diafragma com a Velocidade do obturador.

Diafragma

É o diâmetro de abertura da lente e é representado pela letra F e por um número. Quanto menor o número do diafragma mais aberto ele estará e mais luz entrará na imagem, sendo maior o desfoque do fundo. Quanto maior o número do diafragma mais fechado ele estará e menos luz entrará na imagem com mais áreas em foco.

Abaixo o esquema que representa a abertura do diafragma, essa abertura pode ser controlada pelo indicador de abertura do diafragma nas configurações da câmera.

Velocidade do Obturador

Essa é mais uma forma de configurar a entrada de luz em nossa imagem, é como se fosse  uma cortina que protege a câmera da luz e posso definir a velocidade que essa cortina ficará aberta. Quando a cortina está aberta a luz entra e registra a imagem no sensor.

Essa velocidade é medida em segundos ou em frações de segundos e quanto maior a fração de segundos, mais rápido a cortina do obturador vai abrir e fechar e com isso vai entrar menos luz no sensor.

Atenção: Quanto mais tempo o obturador ficar aberto mais a imagem vai borrar.

Veja a imagem abaixo para ver a representação gráfica da velocidade do obturador, observe a representação da luz na área branca.

Exposição

A exposição mostra se a definição da medição da luz foi correta, é a combinação da abertura do diafragma e da velocidade. 

Na câmera há o fotômetro que mostra se a nossa exposição está ideal, subexposta ou superexposta. A fotografia subexposta é uma imagem escura, e o fotômetro estará mais a esquerda, já a fotografia superexposta é uma fotografia muito clara, onde entrou muita luz, o fotômetro estará mais para a direita.

Mais uma vez é bom lembrar que o fotógrafo tem liberdade de escolher fazer uma foto mais escura ou mais clara propositalmente, depende daquilo que quero representar ou mesmo do gosto pessoal.

ISO

É mais uma opção que temos para aumentar a iluminação da foto e quando já fizemos todas as configurações de diafragma x velocidade e ainda sim temos dificuldade na iluminação, nesse caso aumentar o ISO nos ajudará a ter mais claridade na imagem. Quanto mais aumentarmos o número do ISO mais iluminação, no entanto,  nossa fotografia pode ficar com mais ruído, vão aparecer uns pontinhos na imagem.

Histograma

O histograma é um gráfico que avalia como foi feita a exposição da fotografia. O ideal é que seja uma gráfico mais para o cinza, mais centralizado. Do lado esquerdo a quantidade de pontos totalmente escuros (preto) e do lado extremo direito encontramos a quantidade de pontos totalmente claros (branco).

Hoje era isso que eu tinha para mostrar, espero que você tenha gostado. Treine bastante aí que eu sigo treinando aqui e no próximo mês eu vou falar sobre composição da fotografia. se ficou alguma dúvida deixe nos comentários aqui em baixo. Um abraço!