Migrando meu Bujo de caderno: Novo ano, novo caderno

Olá! Tudo bem com você?

Hoje vou falar sobre como migrar de caderno no bullet journal. Meu caderno deu certinho para um ano. Você lembra do meu caderno preferido? Falei sobre ele nesse post e um dos motivos que me fazem gostar dele é que tem 249 páginas já numeradas, geralmente os cadernos possuem apenas 160 páginas e sem numeração.

Eu comprei o livro O método bullet journal do Rider Carroll e lendo sobre migração anual ele indica a sempre começar o ano em um novo caderno, ano passado eu fiz isso sem saber que era indicado, mas porque eu queria a sensação de estar renovando meus projetos com o novo ano, então sobraram algumas páginas nele, além disso estava doida para estrear meu novo caderno.

Esse ano foi uma feliz coincidência o caderno acabar junto com o ano… na verdade usarei até a página 234, mas as outras foram usadas para o pen test, coisa que não fiz nos meus cadernos anteriores e quando usava as canetas as páginas seguintes ficavam manchadas.

Bem, mas vamos ao tema de hoje… como migrar do seu caderno antigo para um novo.

A primeira coisa que devemos fazer é uma análise do índice, em uma folha anote todas as suas coleções e você terá um mapa daquilo em que usou seu tempo e sua energia. Assim terá como escolher quais as coleções você irá usar no novo caderno e quais as coleções, e até mesmo tarefas, não precisam te acompanhar no próximo bullet journal. Gostei da frase que Carrol colocou no livro: um novo caderno não é um recomeço – é um novo patamar atingido.

No meu novo caderno eu mantive algumas coleções e acrescentei outras, mas muitas eu não vou usar em meu novo caderno, eu falei sobre minhas coleções quando iniciei meu caderno em 2018, para ler é só clicar aqui. As páginas obrigatórias para uso do método estão lá, claro, e são: índice, legenda e future log.

Para começar deixei duas páginas com inspirações para 2019, que vão funcionar mais ou menos como meu quadro de inspirações mensais, que comecei a usar em outubro, só que mais estendida, na verdade é tudo aquilo, ideias e ferramentas, que preciso para atingir meus objetivos para 2019.

E essa é a minha página seguinte, minhas metas para 2019, para o blog e para minha vida pessoal. Em 2018 não consegui escrever tanto quanto eu queria aqui e quero muito mudar isso. Tenho muitas ideias e às vezes elas ficam como um espiral em minha mente, principalmente quando vou dormir. Então preciso entender qual o melhor horário para sentar e fazer um brain dump.

A seguir mantive minha lista de desejos, com local para colocar o valor na frente. Aqui são meus desejos materiais mesmo, aquilo que preciso comprar e que preciso me planejar para isso. Nas páginas seguintes acrescentei lugares para conhecer e dividi em lugares no Brasil e no mundo. Essa não é uma página que eu vou conseguir alcançar todos os lugares esse ano, mas são os lugares que eu quero ter em mente e como metas conhecer, então escrever e consultar sempre será muito bom para não perder o foco.

A coleção seguinte tem a ver com essas duas anteriores, pois se eu quero comprar algumas coisas e viajar eu preciso economizar, então mantive a página para as minhas economias. Espero conseguir encher o potinho do desenho e precisar desenhar um novo e assim conseguir viajar e comprar alguns mimos.

Uma outra coleção que entrou esse ano á a página para acompanhar meu crescimento nas mídias, aqui do blog e lá do instagram @colorindoideiasbr. Geralmente eu faço esse acompanhamento semanal, mas agora quero ter uma visão mais ampla, mensal e anual. No blog eu consigo ter essa visão, mas o IG não tem ferramenta no app para isso.

Coloquei uma página também para anotar algumas informações importantes, como números de protocolos de atendimentos, senhas, códigos de acesso, etc. senti falta de uma pagina assim no ano passado, aí ficava colocando as informações em notas adesivas e só quando fui fazer a análise do bujo para migrar é que pensei em ter uma página dessas.

Minha próxima coleção também é nova, é uma página de dados financeiros, minha página de orçamento mensal não foi funcional, com essa página eu pretendo acompanhar melhor meus gastos, pois ficarão todos em um único local. Assim eu vou poder avaliar se estou gastando muito no cartão e controlar melhor meus gastos e consumo.

A página seguinte é uma coleção que usei ano passado, acho que foi a que mais usei, são meus livros lidos no ano… a princípio iria colocar apenas no meu registro de livros permanente, mas aqui ela faria falta. Posso dizer que é minha coleção favorita, embora eu não tenha conseguido ler minha meta de 48 livros no ano, fiquei feliz, pois consegui ler 32 até agora. Vou manter minha meta para 2019 e tentar alcançá-la.

Como em 2019 vou participar de duas leituras coletivas – Os miseráveis, Victor Hugo e Lendo Stephen King – também vou colocar uma coleção para cada uma delas, mas ainda estou pensando em como fazer o layout. Depois de pronto eu vou postar lá no IG.

Abaixo coloquei as fotos das coleções para você ver como ficaram. Ah! usei esse tom de azul da Tombow para combinar com o caderno que foi escolhido em uma enquete lá no IG há uns meses atrás. Espero que goste, abraços! Espero você aqui no próximo post.

Anúncios

Planejando o mês de junho

Olá, tudo bem com você?

Maio chegando ao fim e já é hora de pensar em junho, esse mês é especial para mim, é o mês do aniversário do Luciano, mês dos namorados e esse clima mais frio (mas não muito frio) excelente para curtir uma xícara de café ou chá bem quentinho e uma taça de vinho com tábua de queijos.

Mas vamos ao planejamento desse mês… esse mês escolhi esse tom de rosa, parece rosa chá da Tombow Dual Brush ABT 772 (não sei bem o nome da cor), mas é um tom de rosa mais frio que eu acho muito elegante e calmo.

Para o meu log mensal continuei com o layout de calendário, pois gostei muito desse jeitinho, fica em um tamanho bom e consigo escrever as coisas mais importantes para não esquecer e me dá uma visão bem geral do mês e das semanas.

Nessa página coloco também um lugar para anotar os meus livros do mês e minhas metas pessoais e aqui para o blog, além de datas que tenho que lembrar, como a vacina dos pets, cursos, data de aniversários…

Na página seguinte eu sempre coloco o meu diário da gratidão, essa página não pode faltar, expliquei bem sobre ela aqui, e esse mês no lugar de uma página em branco fiz um desenho super fofo que vi la no site da Kara Benz, o Boho Berry, achei muito cute e não foi difícil de fazer.

Vocês podem perceber que não sou boa de desenho, mas me esforço sempre a tentar coisas novas e ir melhorando aos pouquinhos.

Esse mês acrescentei uma página que espero me ajudar a criar lettering e frases de inspiração para o meu mês, às vezes eu reservava um espaço no spread semanal, mas faltava espaço para anotar frases mais longas e não dava para criar designes diferentes e mais elaborados. A página ficou bem ao lado do diário da gratidão.

Finalmente chegamos ao meu log semanal, continuei a fazer meu habit tracker nessa página, tem sido mais fácil lembrar de preencher e essa semana acrescentei uma tabela para meu look diário, ajuda a lembrar aquilo que usei e a perceber aquilo que gosto mais de usar, vai facilitar também a identificar roupas que não uso e a colocá-las para doação.

Para essa semana usei essa washitape lindinha do Totoro e fiz um desenho de uma xícara de café quentinha e aconchegante, assim como espero que seja o nosso mês. E por falar em café também adicionei uma página dos meus cafés gourmets preferidos, ainda estou ajeitando e pensando em como vou fazer as anotações ao certo, mas já comecei a registrá-los.

img_6945

Na verdade acrescentei essa página agora em maio, mas como ainda não tinha mostrado coloquei aqui para você conferir.

Esse foi meu planejamento do mês de junho, em breve mostro aqui mais um pouquinho, estou atrasada nas minhas leituras, então estou devendo os posts sobre meus livros, mas se Deus quiser vou conseguir colocar tudo em dia e voltar a escrever mais aqui.

Um beijinho!

 

 

 

Planejando o mês de maio

Mais um mês chegando ao fim e mais um mês para planejar, maio chegou muito rápido, mas nada melhor do que planejar tudo. amo esse mês, pois o clima geralmente é ameno, os dias são claros e com poucas chuvas, além disso é o mês das mães.

Para esse mês eu escolhi as cores em tons mais neutros, esse tom warm grey da Tombow é lindo e fica mais clean, assim dá para abusar das cores mais alegres dos adesivos e washi tapes, as minhas nesse mês tem glitter e tudo.

Nesse mês eu mantive o log mensal em estilo de calendário usando duas páginas do notebook, ficou bom assim e eu consigo visualizar melhor as atividades, mas diferente dos últimos meses não coloquei o habit tracker nessa página, optei voltar a fazê-lo semanal, como fazia até novembro do ano passado.

Confesso que muitas vezes esquecia de marcá-lo diariamente quando era mensal, mas ainda acho que ele fica mais bonito na composição, principalmente como eu fiz em janeiro, com cada linha marcada em uma cor diferente e com vários traços fininhos.

Para o log semanal fiz um layout bem levinho, coloquei um adesivo em cada página para dar uma cor mais alegre, nessas páginas coloco minhas tarefas da semana, minhas metas para o blog e meu tracker, tenha tentado fazer minha letra mais redondinha e desenhada.

Também não podia faltar meu diário da gratidão e minhas memórias, que são bem simples, mas fazem parte do meu mês sempre, a única diferença esse mês é que ficaram numa página unica, pois percebi que se complementam um pouco.

Ah! Esqueci de colocar a página de metas e notas do mês, então inclui na semana também, caso fique pouco espaço vou colocar em uma página seguinte. Essa é a vantagem do método.

Esse mês Nina Maria resolveu me ajudar a montar o layout, por isso ela saiu em algumas fotos. Bom, era isso que eu tinha para mostrar esse mês, foi assim que planejei, o que você achou? Como você planejou o seu? Me conta aqui.

Como começar seu bullet journal

Olá! hoje vou falar um pouquinho sobre como começar a usar o método conhecido como bullet journal, pois recebi algumas perguntas no meu perfil do instagram e percebi que algumas pessoas ficam perdidas sem saber por onde e como começar, pois acabam vendo várias fotos de layouts e spreads superelaborados e que intimidam um pouco, aconteceu comigo também.

Então se você está perdido sobre o método te aconselho pesquisar no site do criador dele, Ryder Carroll, pois nada melhor do que quem elaborou o método para explicá-lo, não é mesmo? Você vai perceber que ele é muito simples e o Ryder usa nesse vídeo as únicas ferramentas necessárias para um bullet journal – caderno e caneta.

Assista aqui o vídeo que explica o método… Percebeu como ele é incrível? Esse método,  consegue reunir tudo que precisa em um único lugar e não é preciso tanto tempo assim para planejar como muitas pessoas imaginam. Alguns minutos do dia e você consegue organizar tudo.

Bem… mas vamos ao que interessa. A primeira coisa que você vai precisar é de um caderno e a única exigência é que ele seja em branco, isto é, que não venha com nenhum espaço delimitado quanto ao que você vai anotar, o estilo de folha pode ser em branco, quadriculado, pontilhado ou pautado, tanto faz, fica de acordo com sua preferência.

Já usei o caderno com as folhas quadriculadas, atualmente uso o pontilhado, mas só porque eu gosto de desenhar e enfeitar as páginas e eu prefiro porque fica mais fácil de usar e com o visual mais clean.

A segunda coisa que será necessário é uma caneta, aí pode ser de qualquer modelo, qualquer marca e de qualquer cor… só oriento que seja uma caneta que você goste de usar e que deixe a escrita mais confortável e a letra mais definida, afinal de contas você vai precisar compreender aquilo que escreveu, não é verdade?

Depois que escolheu seu caderno e caneta está na hora de colocar em prática o método, primeiro você deve definir qual a utilização que você quer para o seu bujo, pode ser apenas agenda ou utilizar também para conhecer seus hábitos, acompanhar seus gastos, leituras, alimentação, economias, planejar suas viagens, tarefas domésticas, diário e outras ideias. Eu utilizo o meu para várias coisas, até porque meus compromissos são muito poucos e quase não variam.

Já li que muitas pessoas fazem brainstorming para saber o que colocar no bullet journal, mas comigo foi bem simples, comecei usando como agenda e a medida que pesquisava mais sobre o método ia acrescentando mais e mais coleções, bem de acordo com as necessidades que iam surgindo. Quando alguma coleção não dava certo ou eu percebia que era desnecessária eu não usava mais e essa é a beleza desse método, a versatilidade e a possibilidade de adaptação às suas necessidades atuais.

Para que o método funcione as únicas coisas que devem realmente conter no seu bullet journal são: índice, legenda, log futuro, log mensal e log diário. (Log = diário = registro) Lembra do vídeo do Carroll? Então vamos começar…

As primeiras páginas do seu caderno devem ser reservadas para o índice, aqui você vai anotar o número da página para cada assunto que você acrescentar no seu bujo, esse índice é muito importante para quando precisar retornar a algum assunto específico ou para alguma coleção, portanto se tem um índice as páginas devem ser numeradas. Não deixe um número pequeno de páginas, pois pode faltar espaço para anotar suas entradas.

Em seguida você deve colocar suas legendas, são elas que dão sentido ao método, são os bullets. Cada um utiliza as legendas que mais se adequam ao dia a dia e a sua preferência, eu já utilizei símbolos diferentes no início, usava um quadrado para as tarefas e preenchia todo o quadrado quando concluía a tarefa, mas percebi que demandava muito esforço e mudei as tarefas para um ponto (·) e quando a concluo marco um x, isso facilita também o uso dos outros símbolos que uso.

Também já utilizei o sistema de cores, onde cada cor estava relacionada a uma parte da minha rotina, pessoal, trabalho, estudos, etc… mas pelo mesmo motivo resolvi usar a mesma cor para tudo, como falei antes, não tenho tantos compromissos assim, além disso ter que ter sempre disponível as cores para marcar ou escrever era bem difícil.

Atualmente mantenho um método separado para o meu trabalho e fica na minha mesa no local mesmo, anoto ali todas as observações e todos os documentos que devo encaminhar e os prazos que preciso cumprir.

Depois deve-se reservar um espaço e colocar o log futuro, que nada mais é que um local onde se coloca todos os meses do ano, ou os seis meses a partir do qual você está. Qual a importância disso? Lembra que o caderno está em branco? Então digamos que hoje (23/04) eu receba um convite ou tenha que agendar uma reunião para junho… onde anotaria esse compromisso? Essa á a importância desse espaço, você também pode anotar o aniversário das pessoas, datas comemorativas, feriados, viagens e muitas outras coisas, aí varia o espaço que vai reservar para cada mês. eu costumo deixar uma página para cada três meses.

Depois basta acrescentar o log mensal que é onde você vai colocar cada dia do mês atual com os dias da semana na frente, consulta o log futuro e anota todos os compromissos na frente das datas a que se referem. A partir daí toda vez que um compromisso aparecer você anota na data. Existem vários layouts e basta escolher o que melhor se adapta a sua rotina, atualmente eu uso um calendário que ocupa duas páginas do caderno, mas já usei o layout de lista no canto esquerdo da página, no meio da página e dividia em pessoal e profissional.

E finalmente chegamos no log diário que é o local onde você irá anotar cada compromisso e tarefa do dia a dia, aí basta consultar todos os dias aquilo que tem planejado e a noite checar tudo o que foi feito, aquilo que não foi cumprido será transferido para outra data ou até mesmo descartado… lembra do vídeo? Bem… atualmente eu uso um log semanal, ele é o suficiente para mim, organizo as tarefas a cumprir em toda a semana e os compromissos diários eu acrescento nas datas, tem funcionado bem para mim.

Bem… era isso que eu tinha para falar sobre o método, a principio parece meio complicado, mas não é não, é muito prático e a gente se encanta com ele. Recomendo que todo mundo tente usar e achar aquilo que é melhor para sua rotina. Quer conhecer mais? Eu aprendi muito, e ainda aprendo, com a Kim do Tiny Ray of Sunshine, com a Kara Benz do Boho Berry, com a Maki do Desancorando (esse é em português) e com o livro O diário em tópicos da Rachel Wilkerson Miller, da editora Sextante.

Se tiver alguma dúvida pode falar comigo por aqui ou pelo meu instagram que será um prazer te ajudar. 🙂

Trazendo à memória

Uma das páginas que eu sempre deixo no meu bullet journal é a de memórias, cada dia eu escrevo uma palavra que marcou aquele dia para mim e esse mês foram muitas coisas.

Esse exercício diário me faz parar e refletir cada pedacinho do meu dia e tentar ressaltar apenas coisas boas dos momentos tempestuosos, mas é claro que muitas vezes não tem jeito, existem acontecimentos que despertam sentimentos muito fortes e que não tem como desvencilhar, ninguém está imune a situações desfavoráveis.

Esse mês aconteceram muitas coisas na minha vida e que me fizeram refletir, celebrar e chorar… cada uma delas foi colocada como lembrança a ser sempre consultada, estão marcadas nessa página.

DSCN4162

Esse mês aproveitei muito o tempo em família, fomo a praia e aproveitamos um mar calma, a água na temperatura certa, o sol estava agradável, me lembrou meu tempo de infância onde ficava horas dentro do mar. Esses momentos me proporcionam uma sensação de bem-estar imensa, parece que todo o estresse desaparece.

Fui a algumas cafeterias novas para conhecer novos lugares e desfrutar de novos sabores, além disso também conheci algumas marcas de café gourmet e pude trazer para casa café excelentes para aproveitar pelas manhãs, depois das 14h não posso tomar café, meu sono se vai… então a tarde geralmente curto tomar um chá, o que eu mais gosto é o de frutas silvestres.

Aprendi muitas coisas novas, experimentei novos desafios e estou amando cada um deles, estou praticando lettering sempre que possível, pensando até em participar de um workhop, melhorei um pouquinho, mas ainda preciso melhorar bem, às vezes sou impaciente e esqueço que tenho que desenhar as letras,aí quando vejo, já foi escrita meio desajeitada.

Outra coisa que marcou esse mês foram minhas leituras, minha meta é ler quatro livros por mês, mas já bati essa meta e estou lendo três ao mesmo tempo, não sei se vou conseguir termina-los ainda esse mês, mas estou muito feliz com os resultados.

Teve churrasco na casa da Dani, muitos amigos queridos juntos, aproveitamos os momentos de diversão para estreitar nossos laços, é muito bom quando se trabalha com pessoas tão especiais, que parecem uma família.

Celebramos a vida através dos aniversários de muitas pessoas especiais, março é aniversário de muitos primos e também de minha mãe e dos meus dois sobrinhos, fico muito feliz em poder celebrar com eles mais esse ano que Deus permitiu que estejamos juntos.

Ao contrário, também foi um mês em que perdi uma colega de trabalho, ainda tão jovem e cheia de sonhos, isso me fez refletir sobre a brevidade da vida, sobre a finitude de todas as coisas, mas também na esperança do porvir. Acreditar que aqui é apenas uma fração do que nos espera faz toda diferença na maneira que vamos nos portar diante da morte, mas nem por isso diminui a dor.

As águas de março foram muito presentes no início do mês, mas depois deram uma trégua, então viajamos um pouquinho, aproveitar o tempo de descanso mudando a rotina é sempre maravilhoso, aproveitar a companhia da família, reservar tempo para as pessoas que amamos.

O ócio criativo foi muito importante nesse período, sempre que posso aproveito meu tempo para relaxar e aprender coisas novas e que me deem prazer, mas não confundam ócio com preguiça. Ócio criativo é um tempo em que há uma pausa nas atividades laborais e que aproveitamos para ter atividades para descansar e ter momentos de lazer, geralmente o meu é a noite, mas como fiquei de férias duas semanas eu o estendi as tardes também.

Bom… esse foi o resumo do meu mês… espero que o mês de vocês tenha sido bom. Vocês se lembram de tudo que aconteceu? Que tal fazer esse exercício também, anotar cada detalhe de cada dia. Depois me contem o que acharam. 🙂

O bullet journal pode ser terapêutico?

Então galerinha… quando comecei meu bujo a intenção foi me organizar e me animar a consultar uma agenda, mas com o passar do tempo observei algumas mudanças na minha saúde e no meu humor, fiquei mais calma, menos estressada, mais tranquila, mais serena e muito, muito mais consciente das coisas que preciso ainda melhorar.

Essas mudanças ficaram visíveis durante o tempo, mas aconteceram aos pouquinhos, não foi mágica… então fui pesquisar o porquê delas acontecerem e se realmente estavam relacionadas ao uso do método, resolvi trazer um pouquinho do que descobri para vocês. Quem sabe não se animam e aproveitam também esses benefícios.

São alguns dos fatores principais a organização, o auto-conhecimento e o lúdico. Hoje vou falar só um pouquinho de cada um, mas elaborar uma série com cada ponto a ser aprofundado.

A organização envolve todas as áreas da vida que você desejar colocar nos eixos, com o método você organiza tanto sua vida profissional, como pessoal, financeira, lazer, lista de desejos. Organizando sua vida em cada uma das áreas você consegue desfrutar de tranquilidade.

Além disso você consegue também conhecer seus hábitos e mudar aquilo que te incomoda, mas o segredo está justamente nessa palavrinha – conhecer. Quando conhecemos um problema, podemos identificar qual a causa e como trabalhar com ele, mas precisamos reconhece-lo.

Estabelecer metas e alcançá-las traz um bem-estar maravilhoso, uma sensação de conquista e vitória, que liberam os chamados hormônios da felicidade, são eles endorfina, oxitocina, dopamina e serotonina.

O lúdico sempre é valorizado na infância, mas já existem estudos que mostram os benefícios do lúdico na fase adulta e, pelo menos para mim, comprar acessórios de papelaria, montar meu mês, desenhar, fazer uma letra bonita, tudo isso, transforma uma atividade que seria monótona em lúdica e estimula nossa criatividade.

Não quer dizer que virei uma artista, nem que crio obras de arte, mas descobri talentos que nunca imaginei que teria, desenvolvi paciência para esperar os resultados, fico feliz com cada página que crio, sempre quero melhorar a próxima, mas desfruto da que já existe, essa foi uma vitória para mim.

Também não quer dizer que eu passo horas escrevendo e desenhando, geralmente reservo 15 minutos do meu tempo para atualizar minhas páginas, de manhã eu abro na página semanal e checo as tarefas e obrigações que eu tenho para o dia, a noite eu abro novamente e vejo as tarefas que já realizei e marco com o símbolo adequado e marco também meu habit tracker. Nos fins de semana gasto um tempinho a mais brincando com o design e o layout do meu carderno.

Bem… esse foi só o início, uma sementinha, para ver se vocês se animam a usar o método, mas vou escrever outros artigos mais explicadinhos sobre o tema, só preciso organizar as ideias e montar a estrutura direitinho. Podem me seguir para ficar sabendo de tudo que acontece aqui e também deixem comentários sobre o que gostariam de ler sobre o tema. 😉

Planejando o mês de abril

E chegou a hora de planejar o próximo mês, como passou rápido… vocês também tiveram essa sensação?

Bem, esse mês eu escolhi a cor coral como minha paleta de cores do tema, é um cor alegre e quente, e usei umas washi tapes muito fofas que comprei em uma papelaria que eu simplesmente amo, no final coloco a lista de materiais que eu usei.

Mas vamos conhecer o mês de abril… a capa eu fiz muito simples mesmo, estou aprendendo ainda a fazer esses letterings, mas até que melhorei, se eu praticasse mais ficaria melhor, mas aproveito meu tempo livre para ler e quase não estou praticando.

Coloquei a washi tape na borda da página, amei essa bonequinha e os tons das cores, bem discretos.

No monthly log dessa vez fiz o calendário do mês utilizando duas páginas do caderno, pois mês passado ficou muito apertado e não dava para escrever quase nada, e enxuguei mais o meu habit tracker. Se vocês observarem eu não coloquei nada referente ao blog esse mês, vou fazer separado e acrescentar as metas para o Instagram e Twitter também.

Para dar uma charme a mais coloquei essa washi tape listrada na borda da página e como na página anterior também tem washi tape ficou como se fosse uma marcação do mês, aí facilita abrir rapidinho no mês, pois para ser sincera acabo não olhando muito o índice, só quando não encontro mesmo.

DSCN4125

Na página seguinte acrescentei as metas e notas para o mês, essa página não pode faltar no meu planejamento, pois muitas tarefas não precisam ser realizadas em uma data específica, mas dentro do mês e aí não corro o risco de esquecer e nem fico reagendando desnecessariamente.

Outras páginas que eu gosto muito é a de memórias e a do diário da gratidão. Na página de memórias coloquei apenas uma washi tape finhinha (7,5mm) e procurei escrever com uma letra bem redondinha, não ficou muito, mas acho que ela está melhorando.

DSCN4130

Na página do diário de gratidão fiz a mesma coisa, ficou bem simples mesmo, mas eu gostei muito, é aqui que eu separo para agradecer por cada detalhe que aconteceu comigo no mês, mesmo que não tenha sido como planejado.

DSCN4132

Na página da semana – weekly log – fiz um design diferente, estou testando coisas novas, então coloquei uma colagem com papel craft e coloquei os dias da semana mais assimétricos, para dar uma quebrada na monotonia, além de colar alguns washi tapes. Vamos ver se vai ser funcional, se eu gostar mantenho na segunda semana esse layout, se não vou tentando encontrar o que for melhor no meu dia a dia.

Então é isso, esse mês foi bem tranquilo, pois não acrescentei nenhuma coleção ainda. Como prometido segue a lista de materiais que eu utilizei: Notebook Leuchtturm1917 A5 dotted, Caneta Tombow dual brush 905, Caneta Tombow dual brush 873, Caneta Tombow dual brush N25, Conjunto de Washi tape Santoro London Gorjuss, Caneta staedtler triplus fineliner, Caneta mitsubishi Unipin fineliner 0.3, Papel craft.

Atenção: Eu não recebo comissão de nenhuma das marcas mencionadas, apenas postei para saberem quais os acessórios eu usei.