Olá, como vocês estão?

Muita coisa aconteceu desde que eu comecei o blog. No início eu queria sobre minhas viagens, meus pets, meu bujo e tudo que torna minha vida mais leve e colorida… Ainda continua assim, só que agora meus assuntos ficaram mais limitados, já não tenho viajado muito e com a pandemia isso só me fez ficar mais em casa.

E nesse tempo fui aprendendo muita coisa nova e que nunca imaginei que um dia aprenderia, por isso fiquei muito sumida daqui… Bom, nesse período fiz vários cursos para me aperfeiçoar no lettering, na ilustração e na aquarela e ainda tenho muita coisa para estudar e aprender nessas três áreas. Nesse tempo meu perfil no Instagram mudou muito, se você me acompanha lá desde o início deve ter percebido isso, e inclusive iniciei um canal no YouTube onde pretendo integrar os conteúdos aqui do Blog e do meu Instagram.

Então hoje eu resolvi falar com vocês sobre os materiais que eu uso para fazer minhas artes – aquarela, lettering, caligrafia – e decorar e usar no meu BuJo. Vou dividr em categorias para facilitar e depois vou escrever mais detalhadamente e mostrar cada uma das categorias.

No meu estojo

Meu estojo é o que eu mais uso, então nada mais justo do que começar por ele. Nele eu guardo tudo que eu uso no meu dia a dia, para me organizar ou desenhar.

Caneta Nanquim preta da Uni Pin (ponta 0.05, 0.1, 0.2, 0.3, 0.4, 0.5, 0.6, 0.7): As pontas em vários tamanhos excelentes para fazer traços mega finos ou no meu caso, fazer desenhos em miniatura.

Caneta Nanquim Sépia da Uni Pin, ponta 0.1 e 0.5: A caneta que mais uso quando quero finalizar algum desenho e que não quero usar um traço muito marcado, fica lindo para fazer sobrancelhas e cílios ou mesmo para fazer o contorno de cactos e suculentas.

Caneta Nanquim Cinza da Uni Pin, ponta 0.1 e 0.5: tem cinza claro e cinza escuro, uso quando quero fazer detalhamentos que fiquem suaves ou para contorno. São as cores que eu menos uso, mas quando preciso usar para fazer acabamentos delicados fica muito bonito o efeito.

Caneta de gel branca da UniBall Signo: Essa caneta é bem legal para fazer detalhes nas pinturas finalizadas. Eu uso para fazer os pontinhos brancos nas galáxias, detalhes nas roupas dos personagens, escrever textos em fundos coloridos, etc.

Lapiseira da Pentel ponta 0.9mm: Essa lapiseira eu comprei faz pouco tempo, cerca de uma ano mais ou menos, para poder fazer a arte final do lettering, uso com grafite 2B.

Lapiseira da Staedtler ponta 0.5mm: Uso para fazer todas as minhas aquarelas finais com o grafite HB, pois a ponta é mais e o grafite não marca muito o papel, mas não dá para pesar o traço, senão marca o papel de qualquer forma. Quero muito uma lapiseira mais fina, para poder fazer a arte final.

Porta Minas da Koh-I-Nohr: uso com mina grafite 2B para desenhos e lettering ou com mina branca para desenhar em parede ou superfícies escuras. É muito macio e gostoso de trabalhar com ele. A mina branca é fácil de limpar o traço e não deixa muito resíduo o que facilita a finalização com a técnica escolhida.

Grafite Staedtler 0.5 e 0.9: É a marca de grafite que eu mais gosto. O 2B é muito suave e gostoso para desenhar e o HB não arranha como alguns que eu testei, também acho que ele quebra bem menos.

Borracha da Stabilo: é muito macia e não mancha nem machuca o papel.

Borracha maleável (limpa tipo) da Faber-Castell:  uso depois de transferir o traço para o papel em que vou finalizar a arte, pois ajuda a deixar o rascunho mais clarinho e a evitar manchas do grafite. O esboço fica bem mais suave.

Lápis Staedtler: Tenho um estojo metálico com as graduações HB, 2B, 4B, 6B, 7B e 8B.

Pincéis

Estes eu ainda estou descobrindo os meus preferidos. Não tenho muuuitos, mas mesmo assim vou mostrar só os meus favoritos. Ah! Todos os meus pincéis são sintéticos, pois prefiro não usar os de pelos naturais.

Pincel redondo da Vinci Nova Sintethycs 1570, nº 5/0: é o pincel mais fino que eu tenho e uso para pintar linhas bem finas e detalhes pequenos em aquarela botânica.

Pincel redondo Keramik 311, nº 4: uso para pintar áreas menores e para contorno de lettering, gosto da ponta ser bem fina.

Pincel redondo da Vinci Nova Sintethycs 1570 nº 5: uso para pintar áreas menores e para contorno de lettering, gosto da ponta ser bem fina.

Pincel redondo da Vinci Nova Sintethycs 1570 nº 10: é o meu maior pincel até agora, uso quando quero pintar áreas maiores e que precisa de um preenchimento mais rápido, também uso quando quero fazer fundos coloridos, já que ainda não comprei um pincel chato.

Pincel filibert da Vinci Nova Sintethycs 1375 nº 2: Ele é muito bom para fazer pétalas de flor mais delicadas e de tamanho pequenos e até mesmo folhas pequenas em raminhos e galhos, o efeito fica bem suave.

Pincel com reservatório da Pilot Japan: É um pincel muito prático, pois possui um reservatório de água que ajuda muito quando queremos usar a aquarela em área externa! Dá para fazer desde traços finos ou robustos. Demorei um pouco para aprender a controlar a quantidade de água que saia, mas agora ficou mais fácil. Não gosto muito de usar em casa, pois acho as cerdas mais duras do que os pincéis que falei antes.

Meus papéis

Já usei alguns, não muitos, mas vou colocar aqui os que eu mais gostei. Se quiserem a maioria deles tem na loja, só clicar aqui.

XL Aquarelle da Canson: Uso o tamanho A5 para fazer pequenas ilustrações ou experimentos, gosto da textura menos marcada e que é igual nos dois lados da folha. Como uso para treino uso os dois lados da folha e ele aguenta bem. O tamanho A5 tem 20 folhas e o A4 e A3 tem 30 folhas.

Anniversary da Hahnemühle: amo esse papel pela sua textura e por ter uma gramatura de 425g/m². É um papel robusto e que consegue resistir bem a várias camadas de pintura e uma grande quantidade de água. Geralmente uso para artes finais. O bloco de 50 folhas tem o melhor custo x benefício do mercado e vem colado dos quatro lados. Amo os blocos da Hahnemühle por serem todos colocados dos quatro lados, então não precisamos usar fitas.

Expression da Hahnemühle: papel 100% algodão que uso para artes finais também, tem uma textura bem bonita e delicada e é um papel de excelente custo x benefício também, já que o bloco vem com 20 folhas. Também vê colado dos quatro lados, como todos os blocos da marca, e o que me fez escolher é que não usa produtos de origem animal em sua produção.

Harmony da Hahnemühle: também é um papel que não usa ingredientes de origem animal em sua produção, além de ter 3 tipos de textura – fina (cold pressed), satinada (hot pressed) e rugosa. Até hoje só usei o de textura fina, mas estou esperando chegar os blocos das outras texturas para usar também. Fiz esse vídeo mostrando um processo de criação, só clicar aqui para ver.

Bloco Montval da Canson: uso para artes finais para clientes que querem uma opção mais em conta em relação ao papel 100% algodão. Tem uma textura linda também.

Bloco Concept Sketch & Draw: uso para fazer meus testes, não é sempre que sua primeira tentativa dá certo (na verdade quase nunca é assim…), então não dá para ficar desperdiçando papel de aquarela mais caro para fazer seus estudos e testes. Esse bloco é uma opção bem em conta e também fica lindo fazer desenhos com grafite ou lápis de cor.

Bloco Hand Lettering da Hahnemüle: é um papel satinado que pernite o pincel, marcador ou ponta fina deslizar com facilidade. Tem gramatura de 170g/m² e a secagem é rápida e as cores ficam vibrantes. Todos os blocos vêm com 25 folhas e tem os tamanhos A5, A4 e A3 disponíveis, uso o A5, mas quero comprar o A3 para fazer artes maiores.

Bloco Lettering Marker da Canson: tem 180g/m² e é bem parecido com o da Hahnemühle. O bloco vem com 20 folhas e só tem tamanho A4+ (24cm x 32cm) disponível.

Cadernos

Os que eu uso são feitos por mim… estou pensando em produzir sob encomenda.

1 – Caderno de rascunhos e ideias: é feito com o papel Sketch e Draw da Hahnemühle e costurado a mão. A gramatura do papel é 220g/m² e aguenta algumas aguadas, então uso quando estou fora de casa e quero rascunhar alguma ideia que tive ou deixar registrada alguma cena que eu quero reproduzir depois. Dá para usar com aquarela ou grafite.

2 – Sketchbook costurado a mão: Também é feito por mim, usamos o papel montval 300g/m² que é um papel muito bom e com uma textura muito bonita. Estou pensando em fazer agora com espiral bronze e colocar elástico.

Aquarelas

Uso várias marcas e apresentações, se quiserem conhecer as cores tem na loja.

Estojo metálico de Aquarela em pastilha 24 cores Van Gogh da Royal Talens: Acho que é a melhor opção de custo x benefício. Gosto muito dele e as aquarelas são mais úmidas e fáceis de pegar as cores com o pincel.

Aquarelas em tubo Van Gogh da Royal Talens: eu comprei algumas cores que eu queria usar, principalmente em aquarela botânica e que não vinha no estojo. Também comprei a cor índigo, que eu acho maravilhosa e que gosto para fazer fundo.

Aquarelas em tubo Cotman da Winsor e Newton: Eu comprei quatro cores para experimentar. Gostei bem da expansibilidade da tinta e a pigmentação é muito boa.

Aquarela em pastilha da Pestilento: comprei alguns tons pastéis e um dourado e gostei muito.É uma fabrica nacional e a aquarela tem uma pigmentação muito boa, além de ter esses tons lindos. As minhas são: Yogurte (rosa de quinacridona claro), Carol (turquesa de ftalo), Unicórnio (verde menta – verde de ftalo claro), Caroço (lilás de quinacridona) e Klint (dourado/ouro velho, metalizado).

Aqualine: Comprei as três cores primárias para misturar e poder treinar o círculo cromático. As cores são bem vivas e às vezes até misturo com água para clarear. São várias cores e as próximas que eu quero comprar são as cores pastéis.

Brush Pen e Canetas Artísticas

Este ano comecei a usar mais as canetinhas pra desenhar e criar letterings!

Pitt Artist da Faber-Castell: Uso para ilustração, as cores são lindas e para fazer detalhes no desenho antes de aquarelar, também gosto muito dela para fazer caligrafia ou lettering. A ponta é menor, então dá para usar no bullet journal também.

Tombow: Uso muito no meu BuJo e para lettering e caligrafia. A paleta de cores é imensa, mas não tem sido fácil achar por aqui, além de ser mais cara que as versões nacionais.

Cis Dual Brush: Uso igual a Tombow, as pontas são resistentes e não deve em nada na qualidade. A paleta de cores começou bem tímida, mas agora já tem várias cores disponíveis.

Brush Metallic da Cis: as cores são lindas e uso para lettering, fica um efeito lindo.

Posca: tenho vários tamanhos de ponte e cores. Uso mais para lettering em quadros e gosto da ponta fina (1M) pata poder fazer detalhamento nas aquarelas também.

Outros

Lápis de Cor aquarelável da Faber-Castell: Uso para fazer detalhes nas minhas aquarelas e lettering e também para fazer o contorno do desenho antes de aquarelar, pois ele se mistura na arte. Gosto muito do lápis aquarelável por ser macio e ter a cor mais vibrante, tenho o meu estojo há uns cinco anos, na época usava para pintar aqueles livros de colorir.

Lápis de Cor Soft Touch da Fabber-Castell: Esse lápis é muito macio e tem cores lindas, nos tons que eu gosto. Uso para finalizar minhas aquarelas ou lettering. Esse lápis não fica atrás em maciez da mina para o aquarelável, super indico.

Plakkaatverf Gouache: Tenho apenas três cores – branco, preto e ouro escuro. Uso para caligrafia, quase não uso para pintura, junto com aquarela. Quero explorar mais essa opção!

Bisnagas de tinta acrílica da Acrilex e Corfix: Nas minhas aquarelas só uso tinta acrílica quando quero fazer alguns detalhes em branco (em vez de usar a caneta branca). Mas algumas vezes gosto de variar e faço pinturas em acrílica, principalmente em papéis coloridos e papel craft.

Godê: O meu é de plástico, tem tampa e várias divisórias que eu uso para, e acho bem útil esse modelo porque tem buracos mais fundos e outros mais rasos onde dá para fazer misturas.

Sabão para pincel: eu usava qualquer sabão para limpar meus pinceis, mas às vezes por mais que eu enxaguasse ficava resíduo, então comprei essa latinha da pestilento para testar e amei. Afinal de contas pincel é muito caro e precisamos sempre manter limpo e cuidar para que ele durem.

Escova de Dente: Uso para fazer estrelas nas minhas aquarelas. Já tentei usar com guache, mas não gostei, prefiro fazer a diluição da aquarela branca mais concentrada e usar.

Bem, esses são os materiais que tinha para mostrar hoje.

Vários deles você pode conferir na loja da colorindo Ideias, alguns produtos com artes minhas também estarão lá.

Publicado por:Andrea Nascimento

Aprendendo a viver de maneira mais leve e colorida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.