Fotometragem significa medir a luz, assim como fotografia é escrever com a luz, desta forma, para que haja uma fotografia de qualidade e que eu consiga extrair uma boa imagem é necessário saber usar adequadamente a iluminação, assim será possível extrair aquilo que quero da imagem.

Posso, por exemplo, usar menos luz e ter uma imagem com efeito gótico ou aumentar muito a iluminação e ter uma foto mais estourada, tudo depende daquilo que eu pretendo atingir com a imagem.

Para isso é necessário combinar a abertura do Diafragma com a Velocidade do obturador.

Diafragma

É o diâmetro de abertura da lente e é representado pela letra F e por um número. Quanto menor o número do diafragma mais aberto ele estará e mais luz entrará na imagem, sendo maior o desfoque do fundo. Quanto maior o número do diafragma mais fechado ele estará e menos luz entrará na imagem com mais áreas em foco.

Abaixo o esquema que representa a abertura do diafragma, essa abertura pode ser controlada pelo indicador de abertura do diafragma nas configurações da câmera.

Velocidade do Obturador

Essa é mais uma forma de configurar a entrada de luz em nossa imagem, é como se fosse  uma cortina que protege a câmera da luz e posso definir a velocidade que essa cortina ficará aberta. Quando a cortina está aberta a luz entra e registra a imagem no sensor.

Essa velocidade é medida em segundos ou em frações de segundos e quanto maior a fração de segundos, mais rápido a cortina do obturador vai abrir e fechar e com isso vai entrar menos luz no sensor.

Atenção: Quanto mais tempo o obturador ficar aberto mais a imagem vai borrar.

Veja a imagem abaixo para ver a representação gráfica da velocidade do obturador, observe a representação da luz na área branca.

Exposição

A exposição mostra se a definição da medição da luz foi correta, é a combinação da abertura do diafragma e da velocidade. 

Na câmera há o fotômetro que mostra se a nossa exposição está ideal, subexposta ou superexposta. A fotografia subexposta é uma imagem escura, e o fotômetro estará mais a esquerda, já a fotografia superexposta é uma fotografia muito clara, onde entrou muita luz, o fotômetro estará mais para a direita.

Mais uma vez é bom lembrar que o fotógrafo tem liberdade de escolher fazer uma foto mais escura ou mais clara propositalmente, depende daquilo que quero representar ou mesmo do gosto pessoal.

ISO

É mais uma opção que temos para aumentar a iluminação da foto e quando já fizemos todas as configurações de diafragma x velocidade e ainda sim temos dificuldade na iluminação, nesse caso aumentar o ISO nos ajudará a ter mais claridade na imagem. Quanto mais aumentarmos o número do ISO mais iluminação, no entanto,  nossa fotografia pode ficar com mais ruído, vão aparecer uns pontinhos na imagem.

Histograma

O histograma é um gráfico que avalia como foi feita a exposição da fotografia. O ideal é que seja uma gráfico mais para o cinza, mais centralizado. Do lado esquerdo a quantidade de pontos totalmente escuros (preto) e do lado extremo direito encontramos a quantidade de pontos totalmente claros (branco).

Hoje era isso que eu tinha para mostrar, espero que você tenha gostado. Treine bastante aí que eu sigo treinando aqui e no próximo mês eu vou falar sobre composição da fotografia. se ficou alguma dúvida deixe nos comentários aqui em baixo. Um abraço!

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: