Bullet journal, estilo de vida

Como cumprir metas

Olá! Hoje resolvi falar um pouquinho sobre como eu faço para cumprir minhas metas. A primeira coisa que devemos ter em mente é que metas são apenas isso, metas – objetivos a serem alcançados… elas estão ali para nos ajudar, nos nortear, e não para nos fazer ficar tensos e estressados, são uma ferramenta maravilhosa se soubermos usar. Parece óbvio, mas já ouvi muita gente se queixando de que tem muita coisa para fazer… que precisa cumprir tudo… que tem que dar conta de tudo… e quase surtando por querer abraçar o mundo inteiro e fazer tudo de uma só vez. E eu também já fui assim…

Mas então como conhecer nossas metas e como fazer para cumpri-las? A primeira coisa que você precisa fazer é se sentar em um local calmo com um papel e caneta em mãos, se quiser, e gostar, também pode usar marca-texto de várias cores ou canetas coloridas para ajudar na organização. Coloque no papel tudo aquilo que você tem como meta, pessoal e para o trabalho/estudo, não se preocupe em organizá-las agora, basta ir escrevendo e colocando tudo no papel a medida que for lembrando.

Já colocou tudo no papel? Então agora é a hora de separar tudo em categorias – as que são pessoais e das  que são comerciais (vou chamar assim as referentes ao trabalho), para isso você pode colocar ao lado delas as iniciais P (pessoais) e C (comerciais) ou denominar da forma que mais te agrada, ou até mesmo colocar cores. No meu caso eu separo em mais categorias, pois uso uma lista de metas aqui para o blog também e tenho metas para outras mídias, mas que são bem mais pra frente.

Separadas as categorias acima é hora de dividi-las em mais outras três categorias: curto, médio e longo prazo. Esse processo ajuda a tirar a frustração de não conseguir cumprir todas as metas e no processo de organização de esforço e planejamento. Após separa-las nas categorias de tempo a cumprir você pode ainda separar as top três de cada uma dessas categorias, ou seja, quais as metas que são mais importantes e as que você quer cumprir primeiro. Esse processo ajuda a focar naquilo que realmente é importante e evita que gastemos tempo e esforço desordenadamente. Se eu sei onde quero chegar fica mais fácil decidir como chegar.

Feito tudo isso é hora de passar a limpo para uma lista definitiva e deixa-la em um local de fácil acesso e visualização para checar, marcar e registrar aquilo que já atingimos. Sempre que uma das metas do top 3 for atingida uma nova metas deve ser escolhida para preencher esse lugar. Todo esse processo pode parecer demorado, mas é uma ajuda imprescindível para nos fazer economizar tempo, pois o tempo que você investir aqui você vai ganhar muito mais durante a execução. Essa é a diferença entre ser produtiva e viver ocupada e atarefada, sem nunca conseguir cumprir nada.

Quem me acompanha aqui sabe que eu uso o método de planejamento bullet journal e que eu amo listinhas e trackers. E planejamento de metas está entre as coisas que eu também faço, mas muitas vezes elas ficavam esquecidas lá no início do caderno e eu só lembrava delas no fim do ano, então não aconselho a coloca-las em um local onde você não irá consulta-las sempre.

Então, desde janeiro desse ano, eu coloco minhas metas junto ao registro mensal (monthly log), pois é um local que eu consulto sempre, no mínimo uma vez por semana, e passo essas metas para o meu registro semanal quando vou monta-lo. Essa foi uma maneira de visualiza-las sempre e não esquecer de nenhuma delas. Todo mês eu checo as que cumpri e se faltou alguma eu transfiro para o próximo mês. Também estou pensando em colocar essas metas em um quadro no meu escritório, assim toda vez que eu me sentar para fazer alguma coisa vou olhar para elas.

Mas, como tudo na vida, nossas metas também podem mudar e aquilo que hoje era importante para mim pode ser que o tempo mostre que não tem mais nada a ver comigo e com aquilo que quero ou preciso. E esse é o motivo que me faz amar esse processo, porque tudo bem você mudar a medida que você vai crescendo e sua percepção de vida e daquilo que realmente importa vai mudando, você pode perceber que já não faz mais sentido aquela meta estar ali, que você não tem mais interesse naquilo… Mas o que fazer? Simples… basta cortá-la de sua lista e seguir em frente. Eu já experimentei essa sensação de saber o que é importante e essencial e foi muito bom, esse processo é libertador!

Bem… era isso que eu tinha para falar hoje, espero que tenha gostado e que te ajude a se organizar mais. E você, já usa algum tipo de controle de metas? Conta aqui nos comentários ou, se preferir, fale comigo por aqui. Abraços e até a próxima.

Só um exemplo de como organizar sua lista e de que suas atividades devem trazer felicidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s