Bullet journal

Como começar seu bullet journal

Olá! hoje vou falar um pouquinho sobre como começar a usar o método conhecido como bullet journal, pois recebi algumas perguntas no meu perfil do instagram e percebi que algumas pessoas ficam perdidas sem saber por onde e como começar, pois acabam vendo várias fotos de layouts e spreads superelaborados e que intimidam um pouco, aconteceu comigo também.

Então se você está perdido sobre o método te aconselho pesquisar no site do criador dele, Ryder Carroll, pois nada melhor do que quem elaborou o método para explicá-lo, não é mesmo? Você vai perceber que ele é muito simples e o Ryder usa nesse vídeo as únicas ferramentas necessárias para um bullet journal – caderno e caneta.

Assista aqui o vídeo que explica o método… Percebeu como ele é incrível? Esse método,  consegue reunir tudo que precisa em um único lugar e não é preciso tanto tempo assim para planejar como muitas pessoas imaginam. Alguns minutos do dia e você consegue organizar tudo.

Bem… mas vamos ao que interessa. A primeira coisa que você vai precisar é de um caderno e a única exigência é que ele seja em branco, isto é, que não venha com nenhum espaço delimitado quanto ao que você vai anotar, o estilo de folha pode ser em branco, quadriculado, pontilhado ou pautado, tanto faz, fica de acordo com sua preferência.

Já usei o caderno com as folhas quadriculadas, atualmente uso o pontilhado, mas só porque eu gosto de desenhar e enfeitar as páginas e eu prefiro porque fica mais fácil de usar e com o visual mais clean.

A segunda coisa que será necessário é uma caneta, aí pode ser de qualquer modelo, qualquer marca e de qualquer cor… só oriento que seja uma caneta que você goste de usar e que deixe a escrita mais confortável e a letra mais definida, afinal de contas você vai precisar compreender aquilo que escreveu, não é verdade?

Depois que escolheu seu caderno e caneta está na hora de colocar em prática o método, primeiro você deve definir qual a utilização que você quer para o seu bujo, pode ser apenas agenda ou utilizar também para conhecer seus hábitos, acompanhar seus gastos, leituras, alimentação, economias, planejar suas viagens, tarefas domésticas, diário e outras ideias. Eu utilizo o meu para várias coisas, até porque meus compromissos são muito poucos e quase não variam.

Já li que muitas pessoas fazem brainstorming para saber o que colocar no bullet journal, mas comigo foi bem simples, comecei usando como agenda e a medida que pesquisava mais sobre o método ia acrescentando mais e mais coleções, bem de acordo com as necessidades que iam surgindo. Quando alguma coleção não dava certo ou eu percebia que era desnecessária eu não usava mais e essa é a beleza desse método, a versatilidade e a possibilidade de adaptação às suas necessidades atuais.

Para que o método funcione as únicas coisas que devem realmente conter no seu bullet journal são: índice, legenda, log futuro, log mensal e log diário. (Log = diário = registro) Lembra do vídeo do Carroll? Então vamos começar…

As primeiras páginas do seu caderno devem ser reservadas para o índice, aqui você vai anotar o número da página para cada assunto que você acrescentar no seu bujo, esse índice é muito importante para quando precisar retornar a algum assunto específico ou para alguma coleção, portanto se tem um índice as páginas devem ser numeradas. Não deixe um número pequeno de páginas, pois pode faltar espaço para anotar suas entradas.

Em seguida você deve colocar suas legendas, são elas que dão sentido ao método, são os bullets. Cada um utiliza as legendas que mais se adequam ao dia a dia e a sua preferência, eu já utilizei símbolos diferentes no início, usava um quadrado para as tarefas e preenchia todo o quadrado quando concluía a tarefa, mas percebi que demandava muito esforço e mudei as tarefas para um ponto (·) e quando a concluo marco um x, isso facilita também o uso dos outros símbolos que uso.

Também já utilizei o sistema de cores, onde cada cor estava relacionada a uma parte da minha rotina, pessoal, trabalho, estudos, etc… mas pelo mesmo motivo resolvi usar a mesma cor para tudo, como falei antes, não tenho tantos compromissos assim, além disso ter que ter sempre disponível as cores para marcar ou escrever era bem difícil.

Atualmente mantenho um método separado para o meu trabalho e fica na minha mesa no local mesmo, anoto ali todas as observações e todos os documentos que devo encaminhar e os prazos que preciso cumprir.

Depois deve-se reservar um espaço e colocar o log futuro, que nada mais é que um local onde se coloca todos os meses do ano, ou os seis meses a partir do qual você está. Qual a importância disso? Lembra que o caderno está em branco? Então digamos que hoje (23/04) eu receba um convite ou tenha que agendar uma reunião para junho… onde anotaria esse compromisso? Essa á a importância desse espaço, você também pode anotar o aniversário das pessoas, datas comemorativas, feriados, viagens e muitas outras coisas, aí varia o espaço que vai reservar para cada mês. eu costumo deixar uma página para cada três meses.

Depois basta acrescentar o log mensal que é onde você vai colocar cada dia do mês atual com os dias da semana na frente, consulta o log futuro e anota todos os compromissos na frente das datas a que se referem. A partir daí toda vez que um compromisso aparecer você anota na data. Existem vários layouts e basta escolher o que melhor se adapta a sua rotina, atualmente eu uso um calendário que ocupa duas páginas do caderno, mas já usei o layout de lista no canto esquerdo da página, no meio da página e dividia em pessoal e profissional.

E finalmente chegamos no log diário que é o local onde você irá anotar cada compromisso e tarefa do dia a dia, aí basta consultar todos os dias aquilo que tem planejado e a noite checar tudo o que foi feito, aquilo que não foi cumprido será transferido para outra data ou até mesmo descartado… lembra do vídeo? Bem… atualmente eu uso um log semanal, ele é o suficiente para mim, organizo as tarefas a cumprir em toda a semana e os compromissos diários eu acrescento nas datas, tem funcionado bem para mim.

Bem… era isso que eu tinha para falar sobre o método, a principio parece meio complicado, mas não é não, é muito prático e a gente se encanta com ele. Recomendo que todo mundo tente usar e achar aquilo que é melhor para sua rotina. Quer conhecer mais? Eu aprendi muito, e ainda aprendo, com a Kim do Tiny Ray of Sunshine, com a Kara Benz do Boho Berry, com a Maki do Desancorando (esse é em português) e com o livro O diário em tópicos da Rachel Wilkerson Miller, da editora Sextante.

Se tiver alguma dúvida pode falar comigo por aqui ou pelo meu instagram que será um prazer te ajudar. 🙂

Anúncios

2 comentários em “Como começar seu bullet journal”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.